realização:
Fundação EDUCAR DPASCHOAL
DPASCHOAL

notícias - fique por dentro



Oportunidades de negócio e desafios desenham cenário brasileiro


Tema foi discutido por membros do governo e do setor privado em evento de mulheres empreendedoras

Por Mariana Iwakura, do Rio de Janeiro

Crescimento da economia, inclusão de novos públicos consumidores, aumento da população economicamente ativa. Os fatores que fomentam oportunidades de negócios no Brasil foram ressaltados no Dell Women’s Entrepreneur Network, evento que reúne mulheres empreendedoras entre 5 e 7 de junho no Rio de Janeiro.

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, ressaltou o crescimento do Produto Interno Bruto brasileiro em 2010. “O Brasil cresceu 7,5%. Mas o desafio não é só o crescimento econômico. O Brasil mudou sua pirâmide de distribuição de renda. Em 2014, 53% da população pertencerá à classe média”, disse. Teixeira também destacou o aumento do investimento estrangeiro direto em países em desenvolvimento.

Fernanda de Lima, CEO da Gradual Corretora, acrescentou que o Brasil tem também a vantagem de contar com uma grande janela demográfica – o crescimento da faixa da população em idade economicamente ativa. “Por isso precisamos de educação. E as mulheres descobriram o poder da educação. Elas são mais da metade dos estudantes em universidades”, afirmou.

Os eventos esportivos que o Brasil irá sediar nos próximos anos também foram destacados como boas oportunidades de negócios. “Infraestrutura e hotéis, por exemplo, receberão investimentos. Serão US$ 50 bilhões em aportes”, disse Maria Helena Pettersson, sócia-líder da área Strategic Growth Markets da Ernst & Young Terco.

Alessandro Teixeira ressaltou que, apesar de 30 milhões de brasileiros terem saído da linha de pobreza, o país tem diversos desafios para enfrentar. “Um dos maiores problemas não só no Brasil, mas no mundo, é criar empregos. Se você não incentiva o empreendedorismo, não cria vagas. As parcerias público-privadas são importantes para isso”, disse. Para Maria Helena, há instituições que incentivam o empreendedorismo no país, mas existe dificuldade para que o empreendedor tenha acesso a informações sobre setores e sistemas de tributação. Abrir um negócio leva em média 120 dias. “Mas nós precisamos parar de reclamar e trabalhar de maneira prática para mudar isso”, afirmou.

Os palestrantes reforçaram que, para ter sucesso, os empreendedores brasileiros precisam melhorar seu planejamento financeiro. “Há somente uma maneira de ser independente: com independência financeira. Esse planejamento está no cerne do empreendedorismo. Os brasileiros têm boas ideias, mas não as gerem da melhor maneira”, disse Fernanda de Lima. “Ter acesso a dinheiro é uma coisa, mas ter acesso inteligente é outra.”

Maria Helena Pettersson acrescentou que o planejamento financeiro, feito desde o início do negócio, é crucial para as empresas que vão procurar financiamento ou um investidor. “Sem esse planejamento, é preciso parar tudo e organizar o negócio.”

Fonte: http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI239157-17180,00-OPORTUNIDADES+DE+NEGOCIO+E+DESAFIOS+DESENHAM+CENARIO+BRASILEIRO.html



outras notícias

notícias – fique por dentro
 
 
home | blog | fale conosco | mapa do site - Empreender com Valores - website: homembala